“Continuo buscando, re-procurando. Ensino porque busco, porque indaguei, porque indago e me indago. Pesquiso para conhecer o que ainda não conheço e comunicar e anunciar a novidade”. Paulo Freire

domingo, 6 de maio de 2012

DIA DAS MÃES

Está chegando o Dia das Mães. Oba! Nessa época do ano todo mundo lembra das mães, as empresas dão descontos, as mães viram o centro das atenções! E em meio à tantas comemorações, vem o convitinho para a festa da escola dos filhos. Neste dia as mães acordarão cedo, arrumarão seus filhos bonitinhos, se  amontoarão na quadra da escola, verão eles cantando e fazendo coração com as mãos, tirarão 200 fotos, chorarão e falarão para eles que foram os mais lindos da turma!
Este ano ele será comemorado dia 10. As escolas de Educação Infantil e as professoras do primário já devem estar cheias de atividades para homenagear as mães.
Porém, às vezes, a gente se esquece da importância que a mãe tem na educação e no ensino dos filhos. A mãe não só ensina coisas da vida ou dá bons modos, como se imagina por aí. É importante lembrar que além da imensa influência que ela exerce sobre a criança, ela muitas vezes explica matérias de escola e a ajuda, como num reforço escolar. A mãe também é professora dentro de casa.
Este dia é sempre muito badalado, por se tratar de pessoas muito importantes nas nossas vidas. E na ocasião as escolas, priorizamos as apresentações das próprias crianças para homenagear suas mães, desta forma além de tocar profundamente os corações das homenageadas, também desenvolve a oralidade e leitura dos nossos pequeninos.

A HISTÓRIA DA CRIAÇÃO DO DIA DAS MÃES

A história da criação do Dia das Mães começa nos Estados Unidos, em maio de 1905, em uma pequena cidade do Estado da Virgínia Ocidental. Foi lá que a filha de pastores Anna Jarvis e algumas amigas começaram um movimento para instituir um dia em que todas as crianças se lembrassem e homenageassem suas mães.A ideia era fortalecer os laços familiares e o respeito pelos pais. Para Anna, a data tinha um significado mais especial: homenagear a própria mãe, Ann Marie Reeves Jarvis, falecida naquele mesmo ano. Ann Marie tinha almejado um feriado especial para honrar as mães.
Durante três anos seguidos, Anna lutou para que fosse criado o Dia das Mães. A primeira celebração oficial aconteceu somente em 26 de abril de 1910, quando o governador de Virgínia Ocidental, William E. Glasscock, incorporou o Dia das Mães ao calendário de datas comemorativas daquele estado. Rapidamente, outros estados norte-americanos aderiram à comemoração. Em 1914, a celebração foi unificada nos Estados Unidos, sendo comemorado sempre no segundo domingo de maio. Em pouco tempo, mais de 40 países adotaram a data.
O primeiro Dia das Mães brasileiro foi promovido pela Associação Cristã de Moços de Porto Alegre, no dia 12 de maio de 1918. Em 1932, o então presidente Getúlio Vargas oficializou o feriado.
Mas Anna não foi a primeira a sugerir a criação do Dia das Mães. Antes dela, em 1872, a escritora Julia Ward Howe chegou a organizar em Boston um encontro de mães dedicado à paz.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página

Marcadores

"Se quisermos modificar algum coisa, é pelas crianças que devemos começar." (Ayrton Senna)

Páginas